quarta-feira, 27 de agosto de 2014

IBOPE: Marina modifica cenário na disputa presidencial

Pesquisa Ibope encomendada pelo Estadão e pela Rede Globo mostra que a presidente Dilma Rousseff (PT) estaria à frente da nova candidata do PSB, Marina Silva, se o primeiro turno da eleição fosse hoje. Dilma Rousseff (PT) aparece com 34% das intenções de voto ante 29% de Marina, diferença fora da margem de erro máxima, de 2 pontos porcentuais. O candidato do PSDB, Aécio Neves, soma 19%. Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% das intenções cada e os outros candidatos somam 1%. Brancos e nulos são 7% e indecisos, 8%.
Wilson DiasMarina dispara e cria novo cenário na sucessãoMarina dispara e cria novo cenário na sucessão

No levantamento anterior do Ibope, feito entre 3 e 7 de agosto, quando o cenário considerava Eduardo Campos como candidato do PSB, Dilma tinha 38% das intenções de voto, Aécio, 23% e Campos, 9%. Brancos e nulos somavam 13% e indecisos, 11%. Na primeira pesquisa a incluir Marina Silva como candidata, feita pelo Datafolha entre 14 e 15 de agosto, a ex-senadora aparecia com 21%, empatada tecnicamente com Aécio, com 20%. Dilma tinha 36% das intenções de voto. Brancos e nulos eram 8% e indecisos, 9%.

Na pesquisa espontânea, em que os nomes dos candidatos não são apresentados aos entrevistados, Dilma aparece em primeiro, com 27% das intenções de voto. Marina vem em segundo, com 18%, seguida de Aécio, com 12%. Outros somam 2%, brancos e nulos são 12% e 28% não souberam ou não responderam.

No levantamento Ibope mais recente, Dilma aparecia com 25%, Aécio com 11% e o então candidato Eduardo Campos com 4%. Brancos e nulos eram 15% e 43% não sabiam ou não responderam.

Pesquisa Ibope encomendada pelo Estadão e pela TV Globo mostra uma melhora na avaliação do governo Dilma Rousseff (PT). Para 34% dos eleitores, a atual gestão é ótima ou boa - ante 32% no levantamento anterior, do início de agosto. A avaliação regular está em 36%, ante 35%. E a avaliação ruim ou péssima diminuiu de 31% para 27%.

A pesquisa também mostra uma melhora discreta na aprovação da maneira como Dilma governa o País: 48% aprovam a atual gestão, ante 47% do levantamento anterior. Hoje, 46% desaprovam a maneira de Dilma governar, ante 49%. A nota atribuída ao governo também subiu para 5,6, ante 5 da mostra mais recente. Ainda assim, 48% acreditam que o País está no rumo errado, 43% consideram que o rumo está certo e 10% não sabem ou não responderam à questão
.

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Pagamento do Estado vai depender do FPE

Servidores Públicos


O Governo do Estado aguarda a confirmação dos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e a consolidação da arrecadação própria para definir o calendário de pagamento dos salários de agosto aos servidores. A princípio, o início do pagamento está mantido para a próxima sexta-feira (29). A terceira e última parcela do FPE deste mês, no entanto, ocorre somente no dia 30, sábado.


O secretário estadual de Planejamento e Finanças (Seplan), Obery Rodrigues, afirma que também é necessário aguardar a consolidação da arrecadação própria, visto que as projeções vem sem frustradas de forma recorrente este ano. “Não trabalhamos com dinheiro em caixa, mas com projeções daquilo que temos para receber [repasses] e arrecadar”, afirmou, acrescentando que o pagamento será feito.

Obery Rodrigues evitou falar qual seria o custo da folha de pagamento deste mês e quanto desse total o Executivo já dispõe. O FPE é uma das principais fontes de recursos recebidos pelo Governo do Estado. No último mês de julho, as três parcelas totalizaram R$ 158,44 milhões. O montante cobriu apenas 42% das despesas com pessoal e encargos sociais pagos pelo Executivo no mês passado, que segundo o Portal da Transparência somou R$ 375,9 milhões.

Para a folha de pagamento de agosto — sem contar a terceira e última parcela do FPE que será depositada no dia 30 —, há por enquanto R$ 146.134.869,34. De acordo com Obery Rodrigues, boa parte da atual dificuldade provém do sucessivo crescimento do custo de pagamento da folha de pessoal da máquina pública estadual. “Nós estamos alertando sobre isso faz algum tempo, de que a implantação desses planos e contratações resultariam nessas dificuldades. O Estado não tinha condições de absolver tudo isso”, justificou o secretário.

Apesar de definir que os 80% restantes do décimo terceiro salário serão pagos no dia 20 de dezembro — uma segunda parcela de 20% deveria ter sido paga dia 18 deste mês —, o secretário de Planejamento e Finanças não apresenta detalhamento da fonte dos recursos para pagar, no mesmo mês a folha de dezembro e os 80% do décimo terceiro salário. “Por enquanto, calculamos com base em projeções de arrecadação e repasses recebidos”, reafirmou.

Questionado sobre as eventuais prioridades definidas pelo Executivo para reduzir despesas, Obery Rodrigues afirma que todos os secretários estão cientes da situação e “basta consultarem o Sistema Integrado de Administração Financeira (SIAF) para ver que não como ordenar novas despesas”. Em entrevista por telefone, o titular da Seplan disse não dispor no momento de onde cada uma das pastas deveria cortar despesas. “Estamos evitando ao máximo efetuar cortes na Saúde, Segurança e Educação” (Fonte: Tribuna do Norte)

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Concurso: Prefeitura de Natal abre inscrições para agente de saúde comunitária


As inscrições para o concurso para agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias foram abertas pela Prefeitura de Natal e seguem até o dia 2 de setembro. No total, estão abertas 596 vagas que serão preenchidas através de duas etapas: a prova de conhecimentos básicos e específicos e o teste de capacitação física.


Para as vagas é exigido que o candidato tenha nível fundamental. A remuneração é de R$ 1.027,21 para uma carga horária de 40 horas semanais, divididas em dois turnos diários de 4 horas. 

De acordo com a prefeitura, as inscrições devem ser feitas por meio do envio eletrônico do formulário de inscrição disponível no site da Comperve. O candidato deve enviar uma foto recente, tamanho 3×4, em arquivo digital formato “JPEG”. Após o registro, deve ainda imprimir a guia de recolhimento da união (GRU) para efetuar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 50

O local de realização das provas será divulgado no site da Comperve, a partir do dia 16 de setembro, e a prova será aplicada no dia 21 de setembro, às 9h. A duração máxima é de três horas, com exceção feita ao candidato portador de necessidades educacionais especiais que terão uma hora a mais.

sábado, 23 de agosto de 2014

Henrique Alves exige urgência na construção da rodovia de acesso ao aeroporto Aluízio Alves

henrique macaiba 


 Coligação União pela Mudança realiza caminhada pelas ruas em Macaíba

Por Tadeu Oliveira

Na atual campanha eleitoral, a primeira grande concentração política em Macaíba, ocorreu no final da tarde desta sexta-feira, 22 de agosto, promovida pelos os partidários da coligação “União pela Mudança”, com presença do candidato a governador do Estado pelo PMDB, o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB); e da vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria (PSB), candidata ao senado. Também estavam presentes concorrentes a Assembleia Legislativa, como Agnelo Alves e Hernano Morais, para a Câmara dos Deputados como Walter Alves e Zenaide Callado. O movimento foi acompanhado por populares que de suas casas acenavam e recebiam panfletos e santinhos de candidatos e assessores.

Antecedido de uma caminhada iniciada pela região da Rua Areia Branca, o evento terminou com discursos dos candidatos ao governo, Henrique Alves; senado, Wilma de Faria, ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves (PMDB); e ainda das lideranças políticas locais, Luizinho Soares (PSB) e Marília Dias (PMDB), no centro da cidade.

Preocupado com o trânsito de caminhões pesados, carretas carregadas, que circulam diariamente pelas ruas centrais de Macaíba, vindos do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, Henrique Alves alertou que já na segunda-feira, 25 de agosto, tomaria a iniciativa de procurar a governadora Rosalba Ciarlini para saber sobre o andamento do projeto de construção de acesso da BR 304 ao aeroporto Aluizio Alves.
“Vou procurar saber o que falta para realizar a obra do acesso e acabar com esse trânsito que inferniza o centro de Macaíba”, disse Henrique.

Perigo a vista

Enquanto as providencias não chegam e o acesso entre aeroporto e a Br304 não se concretiza, a situação que tem incomodados milhares de moradores, principalmente os comerciantes do centro que têm que conviver com o perigo e o barulho dos automóveis. No comício da ”União pela Mudança”, no momento em que os candidatos discursavam vários caminhões tentavam passar pelo local e sem sucesso provocou engarrafamento e perigo para quem se descolava até a praça do evento no cruzamento entre as avenidas Nossa Senhora da Conceição e Nair Mesquita.

Duplicação da BR 304

Henrique alertou que com a chegada do novo aeroporto, abriu-se a necessidade de mais um parque industrial no município de Macaíba, já em via de planejamento na região da Reta Tabajara, que para isso seria preciso à duplicação da rodovia. “Pode anotar, falo como presidente da Câmara dos Deputados, dia 15 de setembro será aberto pelo Dnit o edital de duplicação da BR 304 – de Natal até Mossoró”, avisou acrescentado que a partir de primeiro de janeiro será governador de Macaíba.

Bom filho a casa retorna

Durante o discurso, o ex-prefeito e atual vereador Luizinho Soares destacou uma série de ações que o deputado Henrique agilizou para Macaíba, desde quando ele iniciou sua vida política, como vereador, na gestão de Monica Dantas – são obras como o Centro Industrial Avançado, moradias populares, barragem de Tabatinga e a futura ZPE.
“O bom filho a casa retorna. E você, Henrique voltou para Macaíba”, falou Luizinho entusiasmado com desenvolvimento da candidatura do presidente da Câmara dos Deputados ao governo do Estado.

Luizinho denunciou problema que passa o Hospital Regional Alfredo Mesquita Filho por algum tempo. “Com quase 80 mil habitantes, Macaíba não tem uma maternidade sequer porque a que existe no hospital regional está fechado há quase três anos”, fala.

Ele também enalteceu a importância de vários ex-prefeitos da cidade que vão se engajar, ainda mais, no decorrer da campanha de Henrique e Wilma em Macaíba, como Valério Mesquita, Odiléia Costa, Silvan Pessoa, Marília Dias, o presidente da Câmara dos Vereadores de Macaíba, Gelson Lima, e o atual vice-prefeito Olimpio Maciel, entre outras lideranças e vereadores.

Ainda usou da palavra no final da caminhada da coligação o senador Garibaldi Alves Filho. Assim como a candidata ao senado Wilma de Faria e a ex-prefeita Marília Dias.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Macaíba terá reforço de tropas federais no pleito deste ano

Eleições 2014

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte solicitou o reforço de tropas federais para 36 municípios no pleito deste ano.  O presidente da Corte, desembargador Amílcar Maia, lembrou que apresentou para a governadora Rosalba Ciarlini uma consulta sobre a segurança no pleito deste ano seja garantida exclusivamente pela Polícia Militar. Segundo ele, a chefe do Executivo estadual garantiu o reforço da segurança e a atuação da PM no pleito.
“Não obstante possa a segurança do pleito ser reforçada nas zonas eleitorais solicitantes com o habitual envio da Força Federal”, disse o desembargador Amílcar Maia, confirmando o pedido de tropas federais para 36 municípios potiguares.

Locais que poderão ter reforço federal
Macaíba 
Ielmo Marinho
Goianinha
Tibau do Sul 
Espírito Santo 
São José de Campestre 
Monte das Gameleiras
Serra de São Bento 
Caicó 
Carnaubais
Ipanguaçu 
Mossoró 
Serra do Mel 
Baraúna
Apodi 
Felipe Guerra 
Itaú
Severiano Melo 
Rodolfo Fernandes 
Caraúbas 
Umarizal 
Olho D´Água dos Borges
Luís Gomes 
José da Penha 
Major Sales
Paraná 
Monte Alegre
Lagoa Salgada
São Fernando 
Timbaúba dos Batistas
Pendências 
Alto do Rodrigues 
Pedro Avelino 
Cruzeta 
São José do Seridó 
Coronel Ezequie
l

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Policiais à paisana farão segurança em ônibus

Assaltos nos ônibus

 
A cúpula da Segurança Pública do Rio Grande do Norte anunciou nesta segunda-feira (18) uma série de medidas para tentar diminuir o número de assaltos nos ônibus de Natal. O secretário de Segurança do Rio Grande do Norte, Eliézer Girão, garantiu que, a partir de agora, haverá policiais militares à paisana em ônibus de Natal.

Acompanhado do comandante da Polícia Militar, cel. Araújo Silva, e o delegado-geral da Polícia Civil, Adson Képler, Eliézer Girão contestou os dados sobre o número de assaltos em Natal durante o ano. Se o Sindicato dos Rodoviários (Sintro) tem um levantamento que aponta 491 assaltos a ônibus em Natal somente até o fim de julho, a Sesed afirma que só há registro sobre 308. "Foram registrados somente os casos em que houve o boletim de ocorrência", explicou.

Para coibir a onda de assaltos, uma das medidas será colocar policiais militares à paisana estarão nos ônibus em Natal. Além de estarem armados, eles entrarão em contato com outras guarnições em caso de assaltos. Porem, as medidas não param por aí.

Eliézer Girão garantiu que haverá o aumento no policiamento ostentivo nas ruas da cidade, ampliando o horário de funcionamento e rondas dos batalhões de Operações Especiais, Choque e da Ronda Ostensiva com o Apoio de Motocicletas (Rocam). O titular da Sesed explicou que o horário de funcionamento dos batalhões será ampliado, mas que não haverá custos extras para o Governo do Estado.

Além de ampliar o trabalho dos policiais, também haverá a intensificação das blitzen em pontos variados da cidade, abordando os veículos e passageiros diariamente. Por outro lado, o Governo também vai cobrar ações por parte das empresas.

Novos números do Datafolha

A primeira pesquisa para intenção de votos para a Presidência da República com a substituição do nome de Eduardo Campos pelo da ex-ministra Marina Silva foi divulgada hoje (18), pela Folha de São Paulo. Os números apontam que Dilma Rousseff (PT) permanece na liderança, com 36% das intenções de voto, enquanto Marina Silva (PSB) aparece com 21% e Aécio Neves (PSDB) com 20%. 
Arquivo/TNEntrada de Marina Silva na eleição muda cenárioEntrada de Marina Silva na eleição muda cenário

O nome de Marina Silva ainda não foi confirmado como substituta de Eduardo Campos, que faleceu na quarta-feira passada em desastre aéreo em Santos. No levantamento anterior realizado pelo Datafolha, em 17 de julho, Dilma e Aécio apresentaram os mesmos números, enquanto Eduardo Campos tinha 8%. A mudança representatva na eleição foi o número de indecisos e de pessoas que disse que anulariam o voto. Os que disseram não saber em quem votar era 14% dos entrevistados, mas agora são 9%. Já os que queriam votar em branco ou nulo eram 13%, contra 8% nesta nova pesquisa.

Em simulação de segundo turno, Marina Silva superaria Dilma Rousseff por 47% a 43%, o que representaria um empate técnico levando em consideração a margem de erro da pesquisa, que é de 2%. Já na possibilidade de segundo turno entre Dilma e Aécio, a petista levaria vantagem de 47% a 39%. Não foi pesquisada a possibilidade de segundo turno entre Marina e Aécio.

O levantamento, encomendado pela Folha de Sã Paulo, ouviu 2.843 eleitores em 176 municípios nos dias 14 e 15 de agosto. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00386/2014.

Veja os números:

Dilma Rousseff (PT): 36%
Marina Silva (PSB): 21%
Aécio Neves (PSDB): 20%
Pastor Everaldo (PSC): 3%
José Maria (PSTU): 1%
Eduardo Jorge (PV): 1%
Luciana Genro (PSOL): 0%
Rui Costa Pimenta (PCO): 0%
Eymael (PSDC): 0%
Levy Fidelix (PRTB): 0%
Mauro Iasi (PCB): 0%
Brancos/nulos/nenhum: 8%
Não sabe: 9%