sábado, 1 de agosto de 2015

Filha é suspeita de mandar matar a mãe. diz delegado

(Com informação da Tribuna do Norte online)

O assassinato bárbaro de Normalice de Freitas Lourenço, 41 anos, morta a marretadas na manhã de quinta-feira (30), em Macaíba, teria sido encomendado por uma filha de 22 anos que morava com a vítima. Segundo o delegado Normando Feitosa, responsável pela investigação do caso, a ela foi apontada como mandante do crime pelo suspeito de ser o autor, o pedreiro Geraldo José Amaro do Nascimento, 41. A jovem foi presa em flagrante na madrugada deste sábado, 1º de agosto, e levada para o Centro de Detenção Provisória feminino de Parnamirim.

CedidaPolícia recuperou parte do dinheiro roubado pelo pedreiroPolícia recuperou parte do dinheiro roubado pelo pedreiro

O delegado Normando Feitosa obteve a informação após ouvir o depoimento do pedreiro, preso na tarde de sexta-feira (31). Geraldo José Amaro confessou o crime, mas disse que o cometeu a mando da filha.

Segundo contou ao delegado, a filha teria lhe oferecido o carro da mãe, um veículo do modelo CrossFox, e mais R$ 35 mil, dinheiro da vítima, que estava escondido sob o banco do veículo.

Normando contou ainda que as duas dividiam a mesma casa,  só que a filha morava no primeiro andar, e Normalice, no térreo. "Mãe e filha tinham constantes e fortes desentendimentos, razão pela qual a filha teria mandado matar a mãe" segundo o pedreiro contou em depoimento. Ela também teria falado em ficar com a propriedade que pertencia a vítima.

Suspeito preso
Um trabalho conjunto das polícias dos municípios de Macaíba e Ielmo Marinho, na noite de ontem (31), resultou na prisão do pedreiro Geraldo José Amaro do Nascimento (41), suspeito de ser o executor do assassinato de Normalice Lourenço.

Levado à Delegacia de Macaíba, Geraldo foi autuado em flagrante, pois, de acordo com o chefe de investigações da polícia, familiares informaram que ele chegou a confessar o crime aos parentes.

Além de ter roubado o carro da vítima após o crime, Geraldo teria levado dinheiro dela e usado a quantia para comprar um outro veículo por R$ 21 mil. Na casa dele, a polícia encontrou R$ 6 mil. Normalice foi morta a golpes de marreta e encontrada com os pés e mãos amarrados e o corpo enrolado em lençóis. Segundo a Polícia Militar, o pedreiro estava trabalhando na casa da vítima.
.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Fernando Freire está no Comando Geral da Polícia

O ex-governador Fernando Freire já está preso no Comando Geral da Polícia Militar, para onde foi transferido na manhã de hoje (27), depois de ter sido preso no último sábado (25), na orla de Copacabana, no Rio de Janeiro. A permanência do ex-governador no quartel, contudo, é temporária. Segundo representantes do Governo do Estado, ele deverá ser transferido em breve para uma unidade prisional.
Adriano AbreuDurante entrevista, Rinaldo Reis e Kalina Leite falaram sobre prisão de Fernando FreireDurante entrevista, Rinaldo Reis e Kalina Leite falaram sobre prisão de Fernando Freire

Com quatro mandados de prisão preventiva decretados, o político estava sendo procurado polícia desde o ano passado. O procurador geral de Justiça, Rinaldo Reis, explicou que os mandados expedidos ocorreram porque o ex-governador já não comparecia a nenhum audiência e interrogatório sobre os processos aos quais responde.

"Foi difícil encontrá-lo. Foi tentado através de cartões de crédito, outras coisas no nome dele, mas não havia muitos rastros e isso dificultou. Ele poderia até estar fora do Brasil. Não foi fácil chegar até ele porque ele não dava pistas de onde pudesse estar morando", explicou Rinaldo Reis.

Também participando da coletiva que detalhou a prisão de Fernando Freire, a secretária estadual de Segurança e Defesa Social, Kalina Leite, explicou que o político permanecerá provisoriamente no Comando Geral da Polícia Militar. Ela disse que o ideal seria a transferência dele para o Centro de Detenção Provisória, mas, segundo ela, todos os CDPs estão interditados pela Justiça. 

Questionada sobre o fato do político ter sido acomodado no Comando Geral, quando há menos de um mês os envolvidos na operação de denúncia no Ipern, conhecida como "Prata da Morte", não foram recebidos para prisão no quartel, a secretária explicou. 

“Foi um caso urgente e emergencial o dele (Fernando Freire), já que precisávamos transferir do Rio de Janeiro. É uma situação temporária", garantiu Kalina Leite.

Fernando Freire está acomodado em uma cela de 9 metros quadrados, com apenas um beliche e uma cadeira. Na chegada, no início da tarde, ao Comando Geral da Polícia Militar, o que chamava atenção era a grande sacola que ele portava cheia de medicamentos. A acomodação dele é a mesma usada, recentemente, por um patrulheiro rodoviário federal. (informa da Tribuna do Norte)
.

sábado, 25 de julho de 2015

Fernando Freire é preso neste sábado no Rio

O ex-governador do Rio Grande do Norte Fernando Freire, condenado a 13 anos e quatro meses de prisão por desvio de recursos públicos, foi preso na manhã deste sábado (25) na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança carioca (Seseg).

Marcelo BarrosoFernando Freire foi preso na praia de Copacabana, no RioFernando Freire foi preso na praia de Copacabana, no Rio

De acordo com a Seseg, Freire tinha quatro mandados de prisão expedidos pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. O ex-chefe do Executivo estadual teria cometido os delitos no período entre fevereiro e novembro de 2002, quando era vice-governador e governador do RN.

Segundo os autos do processo movido contra o ex-governador, constam desvios de recursos públicos que contabilizam R$ 57.832,13, em valores da época.

A forma de desvio foi através do pagamento de 83 cheques-salários em favor de 14 parentes e correligionários do então vereador Pio Marinheiro. Nenhum dos beneficiários era funcionário público ou guardava qualquer vínculo funcional com o Estado, fazendo com os pagamentos não tivesse respaldo legal.

Fernando Freire foi condenado a 13 anos e quatro meses de prisão, bem como 300 dias-multa. Ele estava foragido desde 2014.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Senac promove palestras sobre o mundo do trabalho


Iniciativa ocorrerá nos municípios de Natal e Macaíba


O Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, realiza, entre os dias 27 e 30 de julho, um ciclo de palestras e workshops sobre o mundo do trabalho, ministradas nas unidades do Senac Centro, em Natal e Macaíba. O objetivo é disseminar conhecimentos em diversas áreas de formação profissional, ampliando as oportunidades para a inserção no mercado de trabalho.


Os interessados podem se inscrever, gratuitamente e de forma presencial, nas unidades onde ocorrerão as palestras. Entre as opções, há capacitações nas áreas de meio ambiente, gestão e negócios, gastronomia, turismo e hospitalidade. Ao todo são seis temas, entre eles: A magia de ser Cozinheiro, A Carreira Profissional do Recepcionista, Entenda a Política Nacional de Resíduos Sólidos, Guia de Turismo - quem é esse profissional, A Carreira Profissional do Técnico em Recursos Humanos e Boas Práticas para Merendeiras.

O presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, ressaltou a importância desse tipo de iniciativa. “O Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, tem atuado com foco na educação para o trabalho, adicionando ao currículo dos norte-rio-grandenses novas perspectivas profissionais. Em um cenário adverso, a capacitação é um diferencial para quem busca se destacar no mercado. A iniciativa de ofertar uma capacitação gratuita, reforça a preocupação da Fecomércio em impulsionar a cadeia produtiva do comércio de bens, serviços e turismo”.

Todos os participantes, ao final da capacitação, receberão certificado. Para mais informações ligue (84) 4005.1000 ou acesse www.rn.senac.br.

Confira a programação completa das atividades:
27 de julho de 2015 (segunda-feira)
A magia de ser Cozinheiro, às 9h, unidade do Centro.
Workshop Boas práticas para Merendeiras, às 14h, unidade do Centro.
A carreira profissional do Recepcionista, às 19h, unidade do Centro.

28 de julho de 2015 (terça-feira)
Entenda a política nacional de resíduos sólidos, às 9h, unidade Centro.

29 de julho de 2015 (quarta-feira)
Guia de Turismo: quem é esse profissional, às 19h, unidade Centro.

30 de julho de 2015 (quinta-feira)
A carreira profissional do Técnico em Recursos Humanos, às 14h, unidade Centro.
Workshop Boas práticas para merendeiras, às 19h, unidade Macaíba.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Programa Ronda Cidadã lançado em Natal

O programa Ronda Cidadã foi lançado na manhã desta quarta-feira (22) no bairro de Mãe Luiza, na zona leste de Natal. Além do governador Robinson Faria, participaram do evento secretários de estado, políticos, bombeiros e policiais civis e militares. O evento aconteceu no Centro Social Padre João Perestrello, onde foram anunciados os detalhes das operações na chamada Área Integrada de Segurança Pública (AISP-4), que também engloba os bairros de Petrópolis e Areia Preta.

Humberto SalesPrograma funcionará, inicialmente, em Mãe Luiza, Petrópolis e Areia PretaPrograma funcionará, inicialmente, em Mãe Luiza, Petrópolis e Areia Preta

O projeto conta inicialmente com 112 policiais, oito viaturas e uma base móvel de policiamento, que também funcionará como uma mini central de monitoramento de imagens. Os policiais também irão fazer o patrulhamento com bicicletas e motocicletas. Segundo o secretário adjunto de Segurança Pública, Caio Bezerra, o projeto propõe uma atuação proativa, com a participação de uma polícia comunitária e reativa, que é quando ocorre uma ação propriamente ostensiva no combate à criminalidade  na AISP-4. 

"É o que há de mais de moderno em segurança pública", afirmou o governador Robinson Faria. Ele comentou que se inspirou no programa Ronda de Quarteirão, implementado pelo ex-governador Cid Gomes no Ceará. "Hoje tenho a oportunidade de transformar um sonho em realidade. É um momento sublime", disse.

A estimativa da Secretaria de Segurança é que 30 mil pessoas, de 8.700 domicílios, sejam atendidas pelo programa. Para isso, cada viatura terá um número de telefone visível para que a população possa ligar diretamente e comunicar a ocorrência. A expectativa é que haja uma redução no tempo de resposta da ocorrência e que a Polícia Militar atue diretamente na causa do problema de insegurança.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

FM - Carga Pesada: Proibição de veículos pode ser sinal amarelo para macaibenses


Confira os destaques da edição digital da Folha de Macaíba de julho clicando aqui.

Suspeito de ser mentor de chacina que vitimou 5 mulheres é preso em Macaíba


Em Macaíba, policiais civis fazem buscas na residência do suspeito de ser o mentor da chacina (Foto: Felipe Gibson/G1)Em Macaíba, policiais civis fazem buscas na residência do suspeito de ser o mentor da chacina (Foto: Felipe Gibson/G1) Polícia Civil do Rio Grande do Norte prendeu um homem suspeito de ser o mentor da chacina que vitimou cinco mulheres dentro de um prostíbulo na cidade de Itajá, distante 200 quilômetros de Natal. O homem, que tem 38 anos, foi preso em Macaíba na manhã desta sexta-feira (17). O crime aconteceu na madrugada da quarta-feira (15).
Segunda prisão
De acordo com o delegado Normando Feitosa, que faz parte de uma comissão de quatro delegados designados para investigar o caso, a prisão aconteceu por força de um mandado expedido pela juíza da comarca de Ipanguaçu. A Polícia Civil se deslocou até a residência do suspeito para fazer buscas no imóvel. "Ainda não é possível dar detalhes da participação do suspeito nem da motivação do crime. Contudo, há indício de que ele foi o mentor da chacina", afirmou.
Esta foi a segunda prisão referente ao caso. Na noite desta quinta (16), um homem foi preso em Itajá também apontado como suspeito de envolvimento na chacina.
A chacina
A chacina aconteceu na madrugada da quarta-feira (15) no município de Itajá. Quatro homens armados e encapuzados entraram no local onde funcionava um prostíbulo e efetuaram os disparos. As cinco mulheres que estavam na casa foram mortas com tiros na cabeça. Dois corpos foram encontrados em uma sala, outros dois na cozinha e a quinta vítima foi morta no banheiro de uma suíte. Não havia clientes no prostíbulo no momento do crime.
Foram mortas Patrícia Regina Nunes, de 37 anos, natural de Natal (dona do prostíbulo), Antônia Francisca Bezerra Vicente, de 32 anos, natural de Upanema, e Maria da Conceição Pedrosa, de 21 anos, Maria Daiane Batista, de 20 anos e Cássia Rayane Santiago Silva, de 17 anos, naturais de Assu. As vítimas foram reconhecidas por familiares no Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep).
Patrícia Regina Nunes (dona do estabelecimento), Cássia Rayane Santiago Silva, Maria Daiane Batista e Antônia Francisca Bezerra Vicente são quatro das cinco vítimas (Foto: Divulgação/PM)Patrícia Regina Nunes (dona do estabelecimento), Cássia Rayane Santiago Silva, Maria Daiane Batista e Antônia Francisca Bezerra Vicente são quatro das cinco vítimas (Foto: Divulgação/PM)
Investigação
Para o delegado Ernani Leite, que também faz parte da comissão e que iniciou as investigações, apenas uma das mulheres, a dona do prostíbulo, seria o verdadeiro alvo dos criminosos. “A princípio, as outras foram executadas como queima de arquivo, para que não restassem testemunhas", ressaltou. "Uma das mulheres, que foi morta com um tiro de espingarda calibre 12 no rosto, provavelmente era o alvo", acrescentou o delegado, se referindo a Patrícia Nunes. ( Com informação do G1 RN)